julho 11, 2012

Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson


Resenha: Comecei a ler esse livro sem saber o que esperar dele. Na verdade, eu não tinha nenhuma ideia do que ele se tratava, mas depois, aos poucos, fui entendendo o significado do título do livro.


O livro não é um livro feliz. É bom e é ruim, mas é ótimo. Não sei como explicar exatamente o que senti ao ler, mas ele me tocou.


A história é narrada por Lia, uma adolescente de 18 anos que não consegue ver realmente o que ela é. O que ela tem? Anorexia. Ela vive em confronto com si mesma, proibindo-a de comer. E o livro nos mostra como é difícil e tempestuosa a vida de uma pessoa que sofre dessas doenças.

Ao ler e se "relacionar" mais com a personagem, acho que você fica meio alucinado com os problemas dela. Até certo ponto você não consegue entender porque é tão importante pra ela contar cada caloria da comida que come (sim, a cada teco de bolacha que ela come, ela vai somando as calorias). Eu, particularmente, nunca entendi como alguém que está terrivelmente magra se acha gorda. Mas, com o livro, eu pude entender que a cabeça dessas pessoas não veem desse jeito, muito pelo contrário. Elas se fecham da realidade, e vivem num mundo totalmente delas, se achando nojentas por comer um pouquinho a mais de comida do que deveriam, e depois quase se matam para perdê-las.

A protagonista do livro além de sofrer de anorexia, também se corta. Pra ela, e todas as outras garotas que sofrem do mesmo problema, se cortar alivia, pelo menos que um pouco, suas dores, ou vontades. Até o pior acontecer.

Lia, além de sofrer com estes problemas, ainda estava sofrendo com a perda da amiga que tinha bulimia desde muito cedo. As duas prometeram ser as garotas mais magras da escola, e de certo modo, elas conseguiram.

Eu acho que a escritora foi uma gênia ao conseguir passar todos os sentimentos, medos e angústias da protagonista pro leitor. Ela descreveu perfeitamente o que ela sente, fazendo você entender o que se passa na cabeça da garota. Outro ponto que foi interessante, foi a autora repetir algumas frases, ou riscar algumas palavras, pra demonstrar o quão perturbada a personagem estava.

Enfim, recomendo esse livro a todos! É um livro muito bom pra deixar de ser lido.

Número de páginas: 269
Classificação 

13 comentários:

Maisa Gois disse...

Eu quero e não quero ler esse livro por que sofro de Bulimia a mais de quatro anos e ainda estou em tratamento. não sei se será uma boa coisa pra mim, mas se eu tiver a oportunidade eu vou ler por que sei o quão difícil é essa vida e o quanto dói!

Mareska disse...

Esse livro foi pros meus favoritos!

Paula Camargo disse...

Já ouvi muita gente falando bem desse livro,quero muito lê-lo!Adoro livros que passem alguma lição de vida para os leitores

Stéph disse...

Esse livro me faz lembrar um pouco da história da Demi Lovato, sei lá.
Confesso que na primeira vez que li a sinopse e vi a capa, eu imaginava uma história completamente diferente, e ver que se trata desse tema, me faz ficar mais curiosa ainda pra ler.
Parabéns pela resenha!
http://vidadaleitora.blogspot.com.br/

Kemily disse...

Simplesmente amo quando os autores conseguem transmitir esses sentimentos para os leitores! Assim como a Stéph, quando eu li a sinopse não sabia que o livro seria tão bom assim... Vai para minha lista de leitura. Parabéns pela resenha, Giu!
http://sometimeluv.blogspot.com/

Yago Dalben disse...

Hey,

O livro parece ser muito bom. Todas as resenhas que venho lendo são positivas, o que me fez te curiosidade. O assunto é delicado, e gosto quando a autora consegue mexer conosco.

Abraços,
Yago - Amigo do Livro

Marina Pereira disse...

O livro parece ser interessante, sempre tive vontade de ler livro que falasse sobre esse assunto e também tinha dificuldade de entender a mente de quem sofre anorexia, além da capa que eu amei a ilustração gráfica.

Bjuus

Águida disse...

Me interessou muito a capa do livro, adoro capas assim, que dão um tom de mistério... quero muito ler... mesmo ele parecendo muito triste

Maccky disse...

Li sua resenha por cima, desculpe, mas quando eu quero muito ler um livro prefiro ler e ir descobrindo aos poucos e me surpreender. Aprendi a ler por cima, o suficiente para saber se o blogueiro gostou ou não e assim não me decepciono mais, e gostei de saber que o livro foi bom apesar de triste *como eu imagino que vai ser mesmo*.
Acredito que, pelo que li na blogosfera, a autora soube escrever um livro muito bom com um tema delicado e difícil de abordar e espero gostar do livro. ^^

Beijos ;*
@maackcruz

Djéssica disse...

Esse livro parece ótimo, mas ao mesmo tempo a gente fica com um pé atras pra ler, entendo o que você quis dizer xD
Esse é um assunto meio complexo, e esse livro o aborda com uma certa profundidade. To querendo ler ele, mas não tenho certeza se gostarei dele...

Thatah disse...

ja li livros com essa tematica para a escola quando era criança. eu nao entendo como as pessoas podem chegar ao ponto de se automutilar, a leitura deve ser mt interessante, quero ler!

ana caroline basto fonseca disse...

gostei da capa mas num sei se o livro é interessante

ana caroline basto fonseca disse...

agora to doidinha pra ler a resenha esta ótima

Postar um comentário

Oi! Comente o que realmente achou do post, fico muito feliz com comentários!