maio 04, 2012

Mistureba - Sherlock BBC

bluh bluh


ㅤㅤSeja para se apresentar para uma turma nova, ou seja para falar sobre mim em algum perfil de rede social, é fato que eu nunca fui muito boa com apresentações. Na verdade, é fato que nunca fui muito boa com qualquer coisa. Mas eu prometo que vou tentar ser uma colunista, no mínimo, decente. No máximo, bastante decente.
ㅤㅤSem mais delongas, aqui é a Sabrina falando. (Olá!). E de agora em diante estarei escrevendo o Mistureba Generalizada de Todas As Coisas, uma coluna que a Giulia muito gentilmente me cedeu para eu escrever tudo o que me der na telha (Ou seria "teia"? Nunca entendi muito bem essa expressão). Obviamente, a Giulia não sabe o que tem na minha telha/teia, caso contrário jamais arriscaria seu blog nas minhas mãos. Mas já que a oportunidade já me foi dada, e sempre é um prazer para mim falar das minhas nerdices, que com certeza aparecerão aos montes por aqui, como diria aquele meu primo funkeiro obtuso: "é nóix"!
Douglas Adams ftw!




ㅤㅤSendo esta minha primeira postagem no Chocolate Literário, pensei que para estreiar com estilo deveria falar sobre algo de qualidade. E como, por algum motivo, a palavra qualidade automaticamente se linka com Sherlock BBC nesse meu cérebro problemático, eu pensei: porque não?



''The police don't consult amateurs.''

ㅤㅤSe você vive nesse mundo, muito provavelmente já ouviu falar de Sherlock Holmes. O famoso detetive do século XIX que, sempre fumando um cachimbo e usando chapéu de abas, nunca perderá a chance de dizer "Elementar, meu caro Watson" todas as vezes que lhe der na telha (ou teia. Que seja!).

ㅤㅤOriginalmente criado por Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes é um personagem que marcou não somente a literatura britânica, como também todo o gênero de romance policial. Tão grande é sua fama, que foram mais de 220 (wow!) o total de adaptações do romance de Doyle para o cinema e tv. E dentre todas essas versões de Sherlock, você poderia perguntar, o que essa tem de tão especial? Bem, sendo eu uma fã xiita da série, eu poderia facilmente fazer uma lista imensa de motivos pelo qual Sherlock é uma série imperdível. Mas para ser breve, o ponto mais marcante do show é a ambientação. Esqueça as carruagens, o cachimbo e o tal do "elementar, meu caro Watson" (que para início de conversa, nunca nem foi dito em nenhum livro de Doyle); esse Sherlock Holmes pega táxi, usa adesivos de nicotina, telefones celulares, e seu companheiro John Watson é blogueiro.

ㅤㅤTrazer um personagem tão clássico como Sherlock para o século XXI poderia dar muito errado se caísse nas mãos de qualquer um. Mas os criadores da série, Steven Moffat e Mark Gatiss (ambos roteiristas de Doctor Who) fizeram um trabalho de mestre ao adaptar as histórias originais de Doyle para os tempos modernos, não fugindo das personalidades dos personagens canônes. A trama é brilhante, instigante, tem ação, humor e suspense na medida certa, sempre com um mind-blow no final. No total são apenas duas temporadas, cada uma contendo três episódios de 1 hora e 30 cada. O que pode até parecer "muito longo" falando assim, mas a série é tão boa que nem vemos o tempo passar. Quando percebemos já estamos no final da segunda temporada, chorando, porque não tem mais. E bota chorando nisso!

''fuck yea jawn!!!''


ㅤㅤA escolha do elenco também não poderia ser melhor. Benedict Cumberbatch (Cavalo de Guerra, e O Espião que Sabia Demais) e Martin Freeman (O Guia do Mochileiro das Galáxias, e O Hobbit), são simplesmente brilhantes como Sherlock e John. Sem contar que a química entre eles é tanta, que a amizade dos dois acabou se tornando um dos pontos fortes (senão o mais forte!) da série.

ㅤㅤOutro atrativo que devo destacar é a cenografia. Tanto em cenas de interior, como no flat de Baker Street, tanto em cenas no exterior, como nas tomadas do episódio Hounds Of Baskerville, é inegável o incrível trabalho feito na fotografia da série. Isso sem contar os "pequenos efeitos especiais", como os pequenos textos que aparecem na tela quando Sherlock está deduzindo ou mandando mensagens de texto (coisa que ele faz o tempo todo!). É tudo tão bem feito que dá a impressão de ser um filme mesmo, e não apenas uma série de TV.

ㅤㅤAo todo, a série recebeu 38 nomeações para diversas premiações como BAFTA, Emmy (pela trilha sonora) e TCA Awards; ganhando um total de 16 prêmios, entre eles: Melhor Minisérie, Melhor Drama, Melhor Música e Melhor Ator. Sacou o poder, né?

 ㅤㅤEnfim. Eu poderia ficar aqui tagarelando para sempre sobre a série, porque já foi comprovado cientificamente (mas não realmente) que post grande ninguém lê. Então fica a dica aí para vocês!



Classificação
(Acho tão sofisticado classificar algo com estrelas! haha)


 ㅤㅤE ah, se assistirem não esqueçam de comentar aqui dizendo o que acharam, viu? E se você já tinha assistido a série, pode comentar do mesmo jeito, porque opininões são sempre bem vindas.Yay!

 ㅤㅤBeijos, e até o próximo post aqui no Mistureba! :D

10 comentários:

Júlia Galo disse...

Oi, Sabrina! Gostei muito de você. Talvez por sempre me faltar paciência pra ler posts sobre séries/filmes que nunca ouvi falar e por incrível que pareça, li até o fim e sem me cansar. Adorei a sua escrita. Tá mais pra uma comediante do que nerd, viu? Tenho certeza de que vou amar ler o que der na sua telha (ou teia, que seja!). Um beijo. ^^

Sabrina Diniz disse...

Olá, Júlia! Fico muito feliz que tenha gostado!
Adorei a parte do "comediante nerd", embora eu nem me ache tão engraçada assim ahaha Mas sério, muito obrigada pelo comentário. Fez o meu dia ;_; hehe
Beijos!

Mrs. Cellophane disse...

I AM SHERLOCKED.

Vê Inamonico disse...

Adooooooorei a sua escolha para iniciar a coluna, começou arrasando! Esse Sherlock é simplesmente apaixonante, amooo demais ficar assistindo, pena que são só três episódios por temporada! D: Ainda assim, amei e boa sorte com a coluna! :D

xx

Only The Strong Survive

Ana Ferreira disse...

Sabrina, achei a sua introdução bem divertida, dá pra notar desde já a qualidade com a qual você produzirá sua coluna.
Sempre digo que sou meio alienada no ramo das séries, porque tenho preguiça de assistir a mais de duas, as quais acompanho não apenas regularmente, mas de maneira sagrada. rs
Acho que Sherlock merece uma chance simplesmente por ser Conan Doyle e por ele ser ótimo, ainda mais em uma versão ousada, moderna, que deve dar um ar todo especial às coisas, a Holmes e Watson, os companheiros londrinos mais queridos por todos os leitores, nerds e cia.
Quem sabe eu não tome vergonha na cara e siga sua dica? haha

Beijão!
Ana - Na Parede do Quarto

Sabrina Diniz disse...

Vê Inamonico, fico feliz que tenha gostado! Como você disse, Sherlock é apaixonante e eu não pude evitar de escrever sobre a série aqui, hehe. E esse negócio de serem só três episódios por temporada me m-a-t-a-m ):
Muito obrigada pelo comentário, viu?
Beijos!

Sabrina Diniz disse...

Ana Ferreira,
primeiro de tudo, muito obrigada pelo comentário, aww.
E eu também nem assisto taaaantas séries assim, pelo menos não agora; houve um tempo em que eu era bem mais "série-freak", mas eu acabei ficando sem tempo e tive que abandonar várias ):
E sério, se você já leu os livros de Sherlock, tenho certeza que vai adorar a série! Siga minha dica sim, viu? haha
Beijos!

Djéssica disse...

Realmente, post grande as pessoas meio que ignoram por preguiça de ler. Gostei do seu post ^^ Adoro Sherlock ^^
Adoro coisa de investigação =P

Kemily disse...

Deu pra perceber que você é muito divertida, Sabrina! Gostei do post e continuarei lendo sua coluna aqui no CL! Beijos!

Thatah disse...

já baixei uns dois episodios mas ainda nao comecei a assistir pq to vendo muitas series ja rs mas adoro tudo de Sherlock e sei que vou adorar a serie tbm rs

Postar um comentário

Oi! Comente o que realmente achou do post, fico muito feliz com comentários!