novembro 10, 2011

Invasora: A convocação, de J. S. Dalmolin

Invasora: A convocaçãoInvasora: A convocação
Autora: J. S. Dalmolin
Editora: Novo Século

Resenha:

Sammantha, ou simplesmente Sammy, é uma garota normal, que está sobrevivendo ao clima pós-separação dos pais. Ela nunca achou que sentiria tanta falta da sua mãe a dando bronca. Um dia, quando sua mãe esquece alguns papéis em casa, Sammy tem que levá-los à ela, porém a mãe não quer de jeito algum que  ela vá de bicicleta. Tcharãns, Sammy vai de bicicleta entregar os papéis pra mamãe, mas no meio do caminho, CABOOM! (ok, não seria a onomatopeia mais adequada, mas me deixem ser feliz), Sammy é atropelada por um caminhão e acorda em outro lugar, mais precisamente, em outro continente, e em outra época. Da onde a autora tirou tamanha imaginação, eu não sei, mas vou dizer que eu achei tudo muito legal!  Daí em diante, sua vida vira de cabeça pra baixo, pois ela não consegue entender nada do que acontece e acha que tudo é um sonho. Pobrezinha, pois era tudo tão real... E nesse meio tempo, acaba se sentindo terrivelmente atraída pelo lindo príncipe que a encontrou em um dos cantos de seu castelo.

Eu gostei da Sammy. Ela é uma personagem forte, que caiu na real rápido quando percebeu que estava em outro século. Detesto aqueles personagens que persistem que algo é um sonho, quando não é. Ugh! Enfim, apesar de Sammy ser uma adolescente, nem parece pois suas ações tem bastante, hm, coerência.

O Ian é o lindo príncipe que ela se sentiu atraída quando pousou os olhos em cima. Achei muito superficial essa estória dela já ficar terrivelmente apaixonada quando poem os olhos nele, e ele ficar do mesmo jeito. Faltou explicação, e tomara que tenha no próximo livro (acho que vai virar série ou trilogia, can't remember), porque por mim ficou bobo isso. 

Um capítulo era contado em primeira pessoa pela Sammy, e o próximo capítulo era contado em terceira pessoa, focando-se mais no Ian. Apesar de preferir mil vezes capítulos contados em primeira pessoa, gostei dessa alteração, pois assim a autora explicaria certas coisas que Sammy "não vira".

No geral, eu gostei bastante do livro. Foi bom. Mas a estória não se aprofundou, parece que li e mesmo assim ficou faltando alguma coisa, alguma coisa que a autora poderia ter incrementado, deixando a estória ainda mais interessante (porque esse negócio de ir e voltar nos séculos é super legal).


Ah! Acabei de lembrar, hehe. A autora deu uma de Rick Riordan no final, ou seja, fiquei de queixo caído querendo a continuação, hehe. Espero que no próximo livro, seja melhor. ^^


Classificação: star-ani01a14.gif (14×14)star-ani01a14.gif (14×14)star-ani01a14.gif (14×14)starr2.png (14×14)starr2.png (14×14)
No índice de resenhas do blog, agora a separação dos livros é feita pela nota, e cada nota tem sua legenda, confira!

4 comentários:

Caçadora de Livros disse...

Não conhecia esse livro, mas adora essa temática de viagem no tempo, rs ^^
Acho o máximo!
Bjs!
Gostei da onomatopeia

Marco Antonio disse...

Boa noite.
Não conhecia o livro e nem a autora, curioso.
Abçs.


http://devoradordeletras.blogspot.com/

Djéssica disse...

To doida pra ler esse livro *-*
Já li umas resenhas dele, e parece ser muito bom, acho que irei gostar bastante o/
Já ta na lista de livros que eu quero ler xD

Thatah disse...

não poderia imaginar que esse livro tivesse essa historia! me lembrou mt Perdida Da Carina Rissi, que eu ADOREI! Aposto que vou adorar esse tbm *-* adicionado no skoob o/

Postar um comentário

Oi! Comente o que realmente achou do post, fico muito feliz com comentários!