outubro 07, 2011

Anjo Negro, Mallerey Cálgara

Título: Anjo Negro
Autor(a): Mallerey Cálgara
Número de páginas: 207
Editora: Novo Século
Classificação: star-ani01a14.gif (14×14)star-ani01a14.gif (14×14)star-ani01a14.gif (14×14)starr2.png (14×14)starr2.png (14×14) 
Onde comprar: Compare preços

Na antiga Londres do Séc. XVII rondava um boato que as ruas noturnas eram tomadas por seres devoradores de almas, os Parasitas, e que os Potestades tinham o dever de colher essas almas e encaminhá-las para o descanso. Para cada dez mil almas recolhidas uma era resgatada do Umbral. Poucas pessoas conseguiam ver esses seres, apenas aquelas que possuíam um poder espiritual altíssimo e, dentre elas, estava alguém que teve a sua humilde vida transformada, quando não acreditou nos boatos e passou a circular à noite nas ruas da cidade.
 "Até onde você iria para salvar a pessoa que você ama?"

O livro, apesar de tratar de assuntos que eu não gosto muito, como espiritualidade, anjos e etc, chamou minha atenção. 

A narração é uma delícia, você não se cansa lendo pois é rápida, bem detalhada e envolvente. Peguei o livro pra ler e quando vi já estava na página 50. A narrativa algumas vezes é feita em primeira pessoa, outras em terceira. Devo dizer que isso me deixou confusa uma vez, pois foi brusca a mudança, porém nada que prejudique a estória. Apesar do livro ser situado na Londres do século XVII, mal podemos perceber, mas isso não tem problema, pois também não prejudica a estória.

O personagem principal é Darian, filho de uma anja, Bridget, e um humano normal e médico dedicado, Alan. Por ser filho de um anjo e um humano, Darian é um Neefilin. Como anjos se apaixonarem por humanos é considerado um pecado, Bridget foi atormentada por um anjo até o dia que cometeu suicídio. Com o passar do tempo, Darian ganha dois irmãos adotados, Erick e Margot. No auge de seus 17 anos, Darian descobre tudo sobre sua mãe e conhece seu anjo da guarda, Hadji, e a partir daí Darian segue seu destino, acompanhado por Hadji para o guiar na luz, ao contrário do que os anjos caídos queriam, para tentar salvar a alma de sua mãe que está presa no Umbral, revivendo o momento de sua morte, e sofrendo mais e mais. No caminho, vai salvando almas que querem ser livres, cujas estórias de cada uma socorrida são diferentes e legais.

O que dizer dos personagens? Darian é o mocinho e pode ser ao mesmo tempo vilão, mas cabe a você ler e descobrir como ele realmente foi no final! Seu pai, Alan, é um personagem completamente bonzinho que a maior importância na estória foi de ter tido um filho com um anjo. Margot e Erick são legais, gostei deles. Hedji é a anja da guarda super legal, que ajuda Darian sempre (claro que ajuda, né, Giulia, afinal, é anjo da guarda!). Dei umas gargalhadas numas partes, principalmente perto do final do livro, quanto à algumas cenas do Darian e Hedji. Adorei Hedji, principalmente pelo papel dela na história de Darian! Os anjos caídos, e todo o resto da renca de pessoal do mal é o tipo de monstros que eu não quero encontrar por aí. Falando agora dos personagens das estórias das almas socorridas, achei que faltou um pouco de intriguinha entre elas e o Darian, foi muito pá-pum numa parte, exemplo: "Por que devo confiar em você?" "Porque blahblahblah" "Ah, então tá bom"

Perto do final do livro, fiquei com gostinho de quero mais quanto à um assunto que não tratarei aqui porque seria spoiler, portanto, leiam pra saber. É fofo, awn!

O livro traz várias mensagens bonitas e importantes ao leitor, impressiona!
Recomendo à quem gosta de livros sobre anjos, espiritualidade, e acontecimentos sobrenaturais. Leiam e descubram o final surpreendente, que particularmente me enganou. Achei que seria uma coisa, e foi outra. Acho isso o máximo!

7 comentários:

Marco Antonio disse...

Boa noite Giulia.
Não conhecia este livro, parece interessante, gostei da sua resenha, parabéns.

Abçs!!

http://devoradordeletras.blogspot.com/

Juliana disse...

Nossa, ele é curtinho, né? hahahaha
Não sei como as pessoas conseguem ser sucintas desse jeito, eu não tenho poder de síntese nenhuma pra escrever, Deus do céu ><" hahahaha

Parece ser legal, já ouvi comentários legais sobre esse livro :D
Também gosto quando o final surpreende *-*

beijoooo!

Ju
http://julianagiacobelli.com

Naty disse...

Vi que você fez a resenha desse livro lá na caixinha de correio e vim conferir ;D

Ouvi falar muito bem desse livro e o tem (anjos e etc) me interessa bastante, gosto desse tipo de narrativa. Adoro quando o final é supreendente, acho que é a melhor parte de qualquer livro ;D

Adorei a resenha!

Bj;*
Naty - Just Books !

Sabrina Diniz disse...

Confesso que, como você disse, eu também não sou muito chegada nessas estórias envolvendo coisas espirituais e tal. Sei lá, talvez seja apenas cisma minha mesmo (ou talvez seja a cisma de minha mãe me enchendo o saco dizendo que eu só leio livros "estranhos e sinistros" lol tenso).
Mas enfim, Giu, você tem talento pra resenhas, viu? D: E agora você deixou curiosa quanto a essa estória. Por enquanto não darei prioridade pra comprar esse livro mas, quem sabe um dia? Pode ser interessante (:


Beijos ;_;

Ana Carolina Nonato disse...

Olá!

Embora eu não goste de sobrenaturais e afins, eu gostei MUITO da sinopse e com certeza vou procurar para ler! Parece ser muito bom...
Gostei também da sua sinopse, detalhou bem espaço, tempo e, principalmente, personagens sem soltar spoilers. Legal!

Abraços!

Ana Carolina Nonato
Seis Milênios

Djéssica disse...

Já ouvi falar desse livro, e bem. Quero muito ler ele. Gostei da sua resenha (Sem spoiler é tudo melhor =P)
Adoro livros sobrenaturais, esse ta na lista dos que eu quero ler também *-*

Thatah disse...

nunca tinha ouvido falar sobre esse livro. estranho isso de narrar na 1ª pessoa e depois na 3ª né? rs acho que nunca li nenhum assim rs tbm não gosto muitos desses assuntos e por isso acho que não leria, não é mt minha praia

Postar um comentário

Oi! Comente o que realmente achou do post, fico muito feliz com comentários!